TV analógica ‘morrerá’ em março de 2015 na Grande SP, diz governo

Conversor tv digital e1345591247182 TV analógica morrerá em março de 2015 na Grande SP, diz governo

                   Televisores de alta definição expostos em loja no lançamento da TV digital no Brasil

O governo federal já marcou o primeiro apagão da TV analógica brasileira. Será em março de 2015, quando todos os transmissores analógicos das emissoras abertas da Grande São Paulo deverão ser desligados. Nos 39 municípios da região, ficarão operando apenas os transmissores digitais.

Issso quer dizer que quem não tiver televisor digital em março de 2015, e morar na Grande SP, poderá ficar sem acesso à TV aberta pelo ar.

O apagão da TV analógica (também chamado de “switch off”) está previsto no decreto que instituiu a TV digital no Brasil, em 2006. O decreto prevê que, em 2016, todos os transmissores analógicos do país serão desligados.

Mas isso não ocorrerá, anunciaram ontem o secretário de Serviços de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações (Minicom), Genildo Lins, e diretora de de outorgas do Minicom, Patrícia Ávila, na abertura do Congresso da Sociedade de Engenharia de Televisão.

Não ocorrerá porque os municípios pequenos ainda não terão, em 2016, estações de TV digital.

O governo federal, no entanto, quer apressar a transição da TV analógica para a digital, porque quer usar a faixa de frequência dos 700 megahertz (os canais 52 a 69), hoje ocupada pelas redes de TV, para telefonia e banda larga móvel (4G). As emissoras são contrárias à entrega dessa frequência para as teles.

O Ministério das Comunicações, então, decidiu por uma transição escalonada, acelerando o apagão analógico nas regiões em que a TV digital está mais evoluída.

Ao invés de todos os transmissores serem desligados em 2016, haverá antecipação em algumas grandes cidades e postergamento em pequenas, onde há também menor demanda por telefonia e internet.

Depois da Grande São Paulo, o governo pretende também promover o apagão analógico, ao longo de 2015, em Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba, Porto Alegre, Florianópolis e, no final do ano, em todas as capitais do Nordeste.

Em 2016, está previsto o desligamento dos transmissores analógicos das capitais do Centro-Oeste e do Norte e em todo o interior do Estado de São Paulo.

O governo pretende ainda realizar o apagão analógico, em 2016, em outras 2.389 pequenas e médias cidades de todo o país em que os canais de TV aberta seriam necessários para a telefonia/banda larga móvel.

Outros 3.000 municípios brasileiros só terão apagão depois de 2017.

Apesar de ter sido lançada em 2007, a TV digital ainda é futuro para muitos brasileiros.

No Brasil todo, há 10.994 canais analógicos de TV aberta (entre geradoras e retransmissoras). Em tese, cada uma desses canais deverá ter um par digital. Mas, até agora, o Ministério das Comunicações só consignou 1.120 estações digitais.

com informações do R7
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s