Bomba: GVT está à venda por R$ 19 bilhões, e já tem quatro grupos interessados Incluindo a SKY!

Em 2009, a Vivendi comprou a GVT por R$ 7,7 bilhões. Mas parece que ela desistiu de operar em telefonia: a Vivendi é dona dos estúdios Universal, e quer se concentrar em mídia. Por isso, a GVT está à venda. O preço: R$ 19 bilhões. E já temos interessados. Porem as ofertas estão abaixo do esperado pelos donos da GVT.

Segundo a Folha, quatro grupos estão interessados, sendo três fundos de equity (participações de empresas). No entanto, nenhuma operadora quer comprar a GVT – ao menos não por esse valor.

A TIM considerou fazer uma proposta, mas preferiu esperar uma nova rodada de negociações, por acreditar que a Vivendi vai aceitar ofertas menores. Depois de muita repercusão e boatos A Telecom Italia (Tim) não fará uma oferta pela GVT, da Vivendi, já que se prepara para rejeitar proposta de aumento de capital feita pelo empresário egípcio Naguib Sawiris, publicou o jornal Il Sole 24, nesta quarta-feira. “A Telecom (Italia) desistiu da ideia de apresentar uma oferta não vinculante (pela GVT)”, afirmou o jornal sem citar fontes.

Segundo o jornal, o prazo para as ofertas não vinculantes preliminares já teria expirado e houve um total de quatro propostas, todas abaixo de 6 bilhões de euros e nenhuma de operadores de telefonia. Fontes disseram à Reuters que a Vivendi está tentando obter ao menos 7 bilhões de euros pela operadora brasileira e que a Telecom Italia é uma das quatro que tinham acessado documentos sobre a GVT. O prazo para as ofertas não vinculantes preliminares é por volta do fim deste ano, segundo as fontes.

A DirecTV/SKY chegou a fazer uma oferta, mas ela ficou abaixo de R$ 16 bilhões.

Vale lembrar que, quando a Vivendi comprou a GVT, uma das outras interessadas pela operadora era a Telefonica/Vivo – mas pelo jeito ela não vai tentar de novo.

O objetivo da Vivendi é se desfazer da operadora até março de 2013. Caso não consiga, ela já tem outros planos, que incluem até mesmo a reabertura do capital da empresa, que saiu da Bolsa de Valores em 2010.

Logo da GVT

A GVT é conhecida não apenas por oferecer o serviço de acordo com o que o cliente contrata (o que é um problema para outras operadoras, que vendem planos de 10mbps mas entregam às vezes 2mbps de velocidade), mas também por trabalhar próximo a eles para solucionar os problemas – nós visitamos a sede da empresa recentemente e vimos de perto como funciona o atendimento ao cliente, que não é terceirizado como o normal do mercado.

Para o futuro, a GVT tem planos de entrar em São Paulo – ela opera na Região Metropolitana de São Paulo, mas não na capital paulista. Além disso, até 2016 o plano é que 200 cidades brasileiras recebam a banda larga da empresa, que quer triplicar o faturamento anual para chegar a R$ 10 bilhões.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s