Operadoras exigem regularização para serviços de Stream (Netflix e mais)

As empresas que oferecem serviços de TV por assinatura estão incomodadas com o sucesso crescente de serviços de streaming no país e querem que produtos como Netflix encarem algum tipo de regulação.

O assunto surgiu durante o congresso da ABTA, o mesmo que serviu de palco para a Vivo chamar o WhatsApp de serviço de pirata. A operadora, inclusive, também criticou o streaming – Rafael Sgrott, que representava a Vivo, lembrou que o “concorrente não está preocupado com o ICMS porque não paga ICMS”.

“Se há um desequilíbrio, seja por uma regra tributária, seja por regulações, precisa ser corrigido. Tenho que executar x relatórios para comprovar minha qualidade, mas tem uma pessoa na Califórnia que não pensa em nada disso, só em performance e em como melhor atender o cliente”, completou, segundo reporta o UOL.

Mas a Vivo não está sozinha nessa briga. Bernardo Winik, da Oi TV, disse que o sistema atual está prejudicando as operadoras, que precisam investir uma infraestrutura que aguente o serviço da concorrência. “A gente tem todas as obrigações, toda a regulação em cima, e o OTT [quem usa a rede do outro para oferecer seus produtos] está livre leve e solto. Cabe às operadoras todo o investimento para suportar a demanda de vídeos. E do outro lado você tem alguém que está colhendo alguns frutos dessa cadeia de valor.”

Com Informações do Olhar Digital

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s